Nesta página podes encontrar um resumo das últimas notícias e investigações de fontes em publicações científicas. A maioria destas investigações são conclusões pré-clínicas em pequenos grupos de pessoas ou observações em animais. Tanto este artigo como os nossos produtos não têm o propósito de diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Consulta o teu profissional de saúde no âmbito de qualquer condição específica.

Náusea: Um reflexo de uma condição médica subjacente

Náusea é uma sensação estranha no estômago, e é frequentemente acompanhada pela vontade de vomitar. É por isso que tanto as náuseas como os vómitos são usados simultaneamente. Náuseas e vómitos são sintomas de muitas doenças médicas que podem ir desde a perturbação gástrica leve após a ingestão de alimentos contaminados ao cancro. Portanto, é de grande importância determinar a causa subjacente à náusea. É geralmente aliviado pela ingestão de certos fármacos; no entanto, para o tratar completamente, a condição médica subjacente deve primeiro ser diagnosticada e tratada.

A sensação nauseante de que as pessoas obtêm começa a partir de uma área no sistema nervoso central chamada tronco cerebral, especificamente a medula. Esta região do cérebro está envolvida com a regulação de muitos processos fisiológicos, incluindo respiração,espirros e vómitos. No caso de náusea, esta parte do cérebro ativa o centro de vómitos, o que resulta na tentativa de expulsar todo o conteúdo do estômago. Este mecanismo é normalmente protetor porque o vómito não só causa a expulsão dos nutrientes importantes no estômago, como também expulsa quaisquer compostos tóxicos tóxicos digeridos ou agentes infeciosos.

O diagnóstico da causa subjacente à náusea é muito desafiante para a maioria dos médicos porque há literalmente mais de 100 condições que podem causar náuseas e vómitos, a mais comum das quais é a intoxicação alimentar, que afeta quase 37% dos pacientes. Em minoria de casos, a náusea é frequentemente um efeito colateral de um fármaco– e em até 10% dos casos, a causa da náusea é desconhecida.

Os nossos utilizadores consideram o CBD útil contra náuseas:

As causas mais conhecidas para náuseas

Embora as náuseas possam ocorrer em qualquer idade, as crianças em idade escolar são a população mais afetada, enquanto os idosos parecem ser os menos afetados. Aqui, mencionaremos as causas mais conhecidas para náuseas, que incluem as seguintes:

  1. Anorexia nervosa
  2. Ansiedade ou stress psicológico
  3. Tumores intracranianos (tumores dentro do cérebro)
  4. Dor severa:é frequentemente associada a náuseas e vómitos, como em pessoas com cholecystitis aguda, dor de dentes e enxaquecas.
  5. Quimioterapia ou radioterapia
  6. Infeções que afetam os tratos gastrointestinais
  7. Compostos tóxicos
  8. Meningite,que é a inflamação das membranas que cobrem o cérebro
  9. Cirurgia
  10. Gravidez
  11. Acidente vascular cerebral
  12. Lesão cerebral traumática
  13. Vertigo ou distúrbios do ouvido médio

Causas de náusea

Como é tratada a Náusea?

Uma vez que a náusea pode ser causada por uma grande variedade de distúrbios médicos, o tratamento ideal da náusea é o tratamento ideal da causa subjacente. Dito isto, há muitas abordagens que podem ser tentadas para aliviar náuseas, como drogas, agentes à base de plantas e modificações de estilo de vida.

Os seguintes tratamentos são os mais utilizados em náuseas:

  1. Drogas, como Zofran
  2. Raiz de gengibre
  3. Hortelã-pimenta
  4. Camomila
  5. Antibióticos, se a náusea for causada por infeção gastrointestinal
  6. Opióides, se a náusea for causada por dor severa

O Regulamento de Náuseas Através do Sistema Endocanabinóide

Os canabinóides, que são conhecidos pelo seu potencial terapêutico no tratamento de muitos sintomas e doenças, normalmente existem no nosso corpo num sistema conhecido como sistema endocanabinóide (ECS). Este ECS inclui as seguintes: (1) endocanabinóides, (2) recetores canabinóides: tipo 1 (CB1) e enzimas tipo 2 (CB2) e (3). Este sistema é conhecido por modular muitos processos fisiológicos, incluindo perceção da dor, sono,temperatura, e muitos outros. Com base nisto, foi hipótese de que a ECS também está incorporada na regulação das náuseas e vómitos. Normalmente, os recetores CB1 são expressos principalmente no sistema nervoso central, que inclui o cérebro e a medula espinhal. Por outro lado, os recetores CB2 são expressos principalmente nas células do sistema imunitário.

Um conjunto crescente de provas sugere que a modulação da CES pode resultar na regulação das náuseas e vómitos, tanto nos seres humanos como nos animais. Vários canabinóides têm demonstrado ter efeitos antieméticos potentes (contra náuseas e vómitos). Estes canabinóides incluem tanto o canabidiol (CBD) como o tetrahidrocanabinol (THC). De notar que estes canabinóides têm demonstrado ser muito eficazes no tratamento de náuseas graves e vómitos que são irresponsivos a outros medicamentos em pacientes submetidos a quimioterapia.

Nos animais, o CBD tem demonstrado aliviar com sucesso as náuseas dentro de uma dose muito limitada. Este efeito é iniciado através da ativação indireta de certos autoreceptores, o que resulta na redução da libertação de serotonina (5-HT1A),que provoca náuseas estimuladas e vómitos. Os dados pré-clínicos sugerem que o uso de CBD pode ser clinicamente eficaz para o tratamento de náuseas, particularmente em doentes oncológicos submetidos a quimioterapia. Na secção seguinte, vamos destacar os resultados dos ensaios em humanos que investigaram a eficácia tanto do THC como do CBD no tratamento de náuseas e vómitos.

Ensaios Clínicos Que Investigam a Eficácia do CBD em Náuseas

Foi realizado um ensaio clínico aleatório, duplo-cego e controlado por placebo para estudar a eficácia de um extrato de canábis oral contendo THC e CBD em 81 pacientes com náuseas induzidas por quimioterapia e vómitos. Os doentes do grupo de intervenção receberam um ciclo de THC oral 2,5mg e CBD 2,5 mg três vezes por dia, começando do dia 1 ao dia 5 nas sessões de quimioterapia. Por outro lado, outros pacientes foram tratados com um placebo. O tratamento com THC/CBD foi associado a uma melhor taxa de resposta (14% na linha de base vs. 25% após o tratamento). O THC/CBD também foi associado à ausência completa de náuseas e vómitos. No entanto, 31% dos pacientes experimentaram alguns efeitos secundários, tais como a semente, tonturas ou desorientação. Estes efeitos colaterais estão provavelmente relacionados com a utilização de THC. Foi ainda ilustrado que nenhum dos pacientes que tomaram THC/CBD sofreu efeitos colaterais graves. Por último, note-se que estes doentes receberam THC e CBD, pelo que ainda não é claro se os efeitos benéficos no tratamento de náuseas e vómitos se devem apenas ao THC, apenas ao CBD, ou a ambos.

Numa recente revisão sistemática e meta-análise de ensaios clínicos que investigam a eficácia de vários canabinóides farmacêuticos no tratamento de náuseas e vómitos em doentes com náuseas induzidas por quimioterapia, os investigadores recomendaram que não utilizassem estes canabinóides (dronabinol, levonantradol, nabilone e nabiximol) como terapia de primeira ou segunda linha para náuseas. Em vez disso, algumas diretrizes recomendaram a utilização destes canabinóides, incluindo o CBD como opções de terceira linha no tratamento de náuseas severas e vómitos.

Em conclusão, o CBD e o THC têm sido provados eficazes em doentes com náuseas induzidas por quimioterapia e vómitos. No entanto, não devem ser usados como medicamentos de primeira linha, e é sempre recomendado consultar o seu médico de tratamento antes de tomar THC/CBD para a sua condição.

Win exciting gifts with our free monthly contests !

cbd

Enter your email to participate to our next contest and win many gifts ! Every months we organize a free contest with exiting products to win. CBD oil, gummies, soft-gel, hemp infusion .... Don't miss this opportunity !

We will never send spam or share your email in accordance to our Privacy policy.