Nesta página podes encontrar um resumo das últimas notícias e investigações de fontes em publicações científicas. A maioria destas investigações são conclusões pré-clínicas em pequenos grupos de pessoas ou observações em animais. Tanto este artigo como os nossos produtos não têm o propósito de diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Consulta o teu profissional de saúde no âmbito de qualquer condição específica.

O que sabe sobre o CBD?

CBD é outro nome para Canabidiol,e é um dos compostos que é usado para os seus valores terapêuticos para tratar um certo número de doenças. Isto está a chegar gradualmente à ribalta à medida que cada vez mais cientistas, e os médicos estão a realizar pesquisas sobre os efeitos terapêuticos do CBD na patogénese da doença de Alzheimer.

Muitos países do mundo legalizaram o uso do CBD. No entanto, muitos dos outros ainda não o fizeram. É um composto natural numa flor de canábis, que tem uma história que remonta a séculos.

O que é a doença de Alzheimer?

Poderia CBD ser útil para tratar idosos para Alzeihmer

Doenças de Alzheimer em idosos

Alzheimer é uma forma comum e muito conhecida de demência. A demência é um termo científico para a perda de memória, o que dificulta o dia-a-dia das pessoas. Esta não é uma parte normal da vida de muitas pessoas e pode dificultar o crescimento geral de qualquer ser humano. O fator de risco mais significativo desta doença é o envelhecimento, que ocorre mais frequentemente em pessoas com 65 anos ou mais.

A doença de Alzheimer (AD) é uma doença cerebral irreversível e progressiva que destrói lentamente a memória de um indivíduo (memória inicialmente de curto prazo) e capacidade de pensar, e, eventualmente, a capacidade de realizar as tarefas mais simples. Quanto mais velhos ficam, mais correm o risco de esquecer as coisas.

Eles usam CBD para ajudar com os sintomas de Alzheimer

Como pode o CBD ajudar na doença de Alzheimer?

A doença de Alzheimer (AD) é uma doença neurodegenerativa debilitante, na qual a memória de curto prazo é principalmente prejudicada. A investigação mostra que há um aumento no número de pessoas com doenças de Alzheimer em todo o mundo. Caracteriza-se pela inflamação dos neurónios, bem como pelo aumento do stress oxidativo. Os tratamentos atuais da AD não param ou revertem a progressão desta doença. Portanto, é uma necessidade convincente de novos agentes terapêuticos mais eficazes. O canabidiol (CBD), um fitocanabinóide não psicoativo, demonstrou efeitos neuroprotetores, anti-inflamatórios e antioxidantes in vitro. Portanto, é considerada como uma potencial opção de tratamento multifuncional para a doença de Alzheimer.

Aqui, vamos relatar alguns dos potenciais efeitos terapêuticos do óleo de CBD na AD com base nas conclusões de provas recentes. O CBD tem demonstrado exibir propriedades neuroprotetoras num estudo in vitro, onde evitou a neurodegeneração cortical (degeneração da parte ultraperiférica do cérebro). Noutros estudos, o CBD tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Além disso, o CBD foi demonstrado eficaz na proteção contra a neurotoxicidade, que é induzida por uma via complexa durante a progressão da AD. Todas estas propriedades sugerem que a BD está perfeitamente posicionada para tratar a maioria das patologias tipicamente encontradas em pacientes com doença de Alzheimer. No entanto, mais estudos e ensaios clínicos sobre dados humanos devem ser realizados primeiro para aplicar estes efeitos terapêuticos em pacientes com AD.

Recomendações dos médicos

Diferentes laboratórios e médicos recomendam agora a ingestão de canabidiol para prevenir os sintomas de demência e doença de Alzheimer. Ajuda a controlar a progressão da doença. Atualmente, investigadores e cientistas estão a explorar formas de atrasar ou prevenir a progressão da doença, bem como tratar os sintomas associados. Os investigadores estão a realizar vários estudos e ensaios clínicos em CBD para direcionar os processos patogénicos da doença de Alzheimer.

Deve ter em conta que os efeitos promissores do CBD no tratamento do Alzheimer ainda estão sob investigação e não devem ser utilizados em humanos até que os ensaios clínicos sejam feitos e provem o seu potencial terapêutico como uma opção de tratamento eficiente para a doença de Alzheimer.

Ganhe prêmios participando de nossos concursos !

cbd

Digite seu e-mail para participar de nosso próximo concurso e ganhe muitos presentes! Todos os meses, realizamos um concurso gratuito com produtos a serem ganhos. Óleo CBD, balas, cápsulas, infusão .... Não perca esta oportunidade!

Nunca enviaremos spam de acordo com nossa política de privacidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *