Nesta página podes encontrar um resumo das últimas notícias e investigações de fontes em publicações científicas. A maioria destas investigações são conclusões pré-clínicas em pequenos grupos de pessoas ou observações em animais. Tanto este artigo como os nossos produtos não têm o propósito de diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Consulta o teu profissional de saúde no âmbito de qualquer condição específica.

O que são canabinóides?

A planta da canábis contém muitos compostos que têm propriedades psicoativas e medicinais chamadas canabinóides, que são responsáveis pelos seus efeitos fisiológicos e psicológicos. O canabinóide que tem as propriedades psicoativas e causa alta sensação é THC (tetrahidrocanabinol), enquanto o canabinóide que exibe muitos benefícios promissores para a saúde é chamado CBD (canabidiol). Um dos aspetos mais emocionantes da canábis medicinal e do óleo de CBD é a grande variedade de aplicações médicas que oferecem. Geralmente, estas aplicações enquadram-se numa destas três categorias: gestão da dor, gestão de distúrbios motoras e saúde mental.

Estes canabinóides exibem as suas funções dentro dos nossos corpos através de algo chamado sistema endocanabinóide (ECS). Eles têm como alvo recetores no nosso sistema nervoso central (recetores canabinóides tipo 1) ou no nosso sistema imunitário (recetores canabinóides tipo 2). Através deste mecanismo, os canabinóides podem participar na regulação imune e no controlo da dor e do humor, bem como em muitas outras funções.

Apesar de terem existado muitos relatórios sobre a eficácia da canábis para uso médico, existe ainda uma escassez de investigação científica robusta que demonstra a sua potencialidade como terapia médica. Aqui, discutiremos alguns dos estudos de investigação científica realizados para avaliar a eficácia terapêutica do óleo de canábis em várias condições.

Win exciting gifts with our free monthly contests !

cbd

Enter your email to participate to our next contest and win many gifts ! Every months we organize a free contest with exiting products to win. CBD oil, gummies, soft-gel, hemp infusion .... Don't miss this opportunity !

We will never send spam or share your email in accordance to our Privacy policy.

O óleo de canábis é benéfico no tratamento dos sintomas da demência?

Até à data, não existe medicação aprovada pela FDA para o tratamento de Sintomas Comportamentais e Psicológicos de Demência (BPSD). No entanto, os antipsicóticos são frequentemente prescritos fora do rótulo, resultando numa melhoria modesta e num risco acrescido de morte. Recentemente, um ensaio humano observou o resultado associado em doentes com demência de Alzheimer que foram administrados óleo de canábis medicinal a uma dose de 2,5 mg por dia. Os autores relataram que o óleo de canábis pode ser prescrito com segurança a pacientes com demência de Alzheimer, bem como BPSD comórbido. Dito isto, estes resultados ainda justificam uma confirmação adicional por ensaios clínicos duplos e triplos para generalizar estes resultados.

Os canabinóides podem ser usados para tratar o cancro?

Pouca pesquisa tem sido conduzida sobre o uso do óleo de canábis como uma potencial cura para o cancro. Todos os estudos publicados nesta matéria são todos investigação animal e laboratorial com provas científicas suficientes para provar a segurança e eficácia do óleo de canábis no tratamento do cancro. Portanto, para determinar adequadamente o efeito do óleo de canábis no cancro, são necessários grandes ensaios clínicos humanos.

O óleo de canábis pode funcionar como uma medicação anti-epiléptica?

Como todos sabemos, o CBD foi aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) como uma terapia médica para certos tipos de epilepsias e convulsões. Por outro lado, a investigação sobre o uso médico do óleo de canábis como um tratamento potencial para a epilepsia continua a ser muito limitada. Um relatório recente de um caso de uma paciente de cinco anos com um historial de convulsões refratárias (sem resposta ao tratamento) relatou que quando o óleo de canábis foi administrado, além dos medicamentos anticonvulsivos regulares, o caso teve uma redução na frequência das convulsões imediatamente após o início do óleo de canábis medicinal.

Óleo de Canábis e Doença Inflamatória Intestinal (DII)

O óleo de CBD tem demonstrado grande eficácia na gestão de doenças inflamatórias intestinais (DII) como a doença de Crohn e a Colite Ulcerosa. Dito isto, a literatura médica mostra que o óleo de canábis também apresenta propriedades terapêuticas promissoras no tratamento de doenças inflamatórias intestinais. Num estudo de investigação observacional, 15 pacientes receberam óleo de canábis, enquanto 67 pacientes não receberam canábis para o tratamento dos seus sintomas. Os pacientes foram administrados óleo de canábis uma vez por dia durante 30 dias seguidos. Os autores observaram diferenças mínimas no nível de dor e na atividade da doença nos utilizadores de óleo de canábis em comparação com os não utilizadores. No entanto, os pacientes a quem foi dado óleo de canábis relataram melhorias na qualidade do sono, náuseas e apetite.

Note-se que todos estes efeitos promissores do óleo de canábis se baseiam apenas em pequenos estudos observacionais, laboratórios e pesquisas animais. Assim, para generalizar estes resultados para se adaptar à população em geral, são necessários cada vez mais ensaios clínicos para confirmar a eficácia do óleo de canábis como um potencial agente terapêutico para múltiplas doenças.