On this page you can find a summary of the last news and researches from scientist publications sources. Most of these reasearches are pre-clinical conclusions on small groups of people or observations on animals, this article or our products are absolutely not intended to diagnose, treat, cure or prevent any disease. Consult your professional healthcare for any specific condition.

De Onde Vêm o Canabidiol e o Tetra-hidrocanabinol?

Uma vez que o uso legal de marijuana medicinal e muitos produtos de cannabis está a tornar-se mais frequente, os consumidores estão cada vez mais curiosos sobre a sua potência para o tratamento de várias condições médicas. Os produtos de cannabis incluem canabidiol, ou CBD,e tetra-hidrocanabinol, ou THC. Estes dois compostos naturais são encontrados em plantas do género Cannabis.

O CBD é extraído das plantas de marijuana e cânhamo, no entanto, o nível de THC varia em ambas as plantas. O THC está presente em quantidades muito trace-a no cânhamo ( < 0,3%), mas está presente em concentrações mais elevadas na marijuana. Comparado ao THC, que lhe dá a sensação de como se estivesses ‘pedrado’, o CBD não contém nenhuma das propriedades psicoativas do THC.

Como Funcionam o CBD e o THC?

Ambos os compostos interagem principalmente com o sistema endocanabinóide, que envolve principalmente dois tipos de recetores: recetores canabinóides tipo1 (CB-1) e tipo 2 (CB-2). Os recetores canabinóides tipo 1 são mais predominantes no cérebro, enquanto o CB-2 é mais predominante na periferia, particularmente, no sistema imunitário. O sistema endocanabinóide (ECS) pode afetar uma grande variedade de processos fisiológicos, incluindo apetite, humor, memória, sensação de dor e processos imunológicos. Através deste mecanismo, os compostos canabinóides, incluindo o CBD e o THC podem exibir os seus efeitos terapêuticos.

Win exciting gifts with our free monthly contests !

cbd

Enter your email to participate to our next contest and win many gifts ! Every months we organize a free contest with exiting products to win. CBD oil, gummies, soft-gel, hemp infusion .... Don't miss this opportunity !

We will never send spam or share your email in accordance to our Privacy policy.

Quais São as Semelhanças Entre o CBD e o THC?

Tanto o Canabidiol como o Delta-9 Tetra-hidrocanabinol têm a mesma estrutura molecular e química, e ambos são semelhantes aos próprios endocanabinóides do próprio corpo. É assim que ambos os compostos interagem com os seus recetores designados dentro do cérebro e no sistema imunitário. Além disso, ambos os compostos têm demonstrado provocar os mesmos efeitos na estrutura direcionada, como ambos têm demonstrado aliviar a dor, tratar náuseas e vómitos, gerir espasmos e convulsões, e minimizar o processo inflamatório em muitas condições médicas.

Quais São as Diferenças Entre o CBD e o THC?

Apesar das semelhanças nas suas estruturas químicas, o Canabidiol e o THC não têm as mesmas propriedades psicoativas. Na verdade, o CBD é um composto não psicoactivo. Isto significa que o CBD não produz o efeito de como se estivesses “pedrado” associado ao THC.

O THC liga-se com recetores canabinóides tipo 1 no cérebro, e é por isso que produz o efeito ‘moca’ ou uma sensação de derradeira euforia e felicidade. Por outro lado, o CBD tem uma baixa potência para se ligar aos recetores CB1. Além disso, o CBD pode interferir com a ligação do THC aos recetores CB1 e, portanto, reduz os seus efeitos psicoativos.

O CBD é superior ao THC?

Sim, o número de efeitos terapêuticos do CBD e o número de condições médicas que trata são muito mais frequentes do que o THC tem. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o CBD não apresenta propriedades indicativas de qualquer abuso ou potencial de dependência em humanos. Até à data, não existem provas substanciais que relatem quaisquer problemas relacionados com a saúde associados à utilização de elevadas concentrações de CBD.

Além disso, a International Cannabinoid Research Society (ICRS) destacou uma vasta gama de vias moleculares através das quais o CBD pode exibir várias propriedades terapêuticas no tratamento de muitas doenças médicas. Além disso, a Food and Drug Administration (FDA) em junho de 2018 aprovou o uso da Epidiolex, a primeira medicação a conter CBD, no tratamento de formas definitivas de epilepsia.

Também foi demonstrado que o CBD possui potentes propriedades analgésicas, antieméticas, antioxidantes, antipsicóticos, antiespasmódicas e neuroprotetoras, especialmente no tratamento da depressão. Além disso, o CBD tem tido efeitos secundários muito mínimos, se houverem. No entanto, os resultados da investigação atual não são evidentes ou substanciais. Por conseguinte, são precisas mais pesquisas em humanos para se poder prescrever CBD à população em geral durante o processo de tratamento de várias doenças.

Quais São as Potencialidades Terapêuticas tanto do CBD como do THC?

Os canabinóides, incluindo o CBD e o THC, têm o potencial de serem opções terapêuticas ideais no tratamento de várias neuropatias inflamatórias, uma vez que podem penetrar facilmente na barreira hematoencefálica (BHE), que inibe várias substâncias tóxicas de entrar no cérebro. Através deste mecanismo, o CBD e o THC podem aceder ao cérebro, ter baixos níveis de toxicidade, e exercer os seus efeitos diretamente através dos recetores canabinóides.

O CBD está a ser investigado exaustivamente, uma vez que estudos preliminares demonstraram que tem várias propriedades terapêuticas potenciais no tratamento e gestão das seguintes condições médicas:

  • Epilepsia e Convulsões.
  • Processos inflamatórios, incluindo colite ulcerosa (CU), doença de Crohn, Artrite Reumatoide (AR) e Osteoartrite.
  • Dor.
  • Psicose e distúrbios mentais, particularmente depressão.
  • Náuseas e Vómitos.
  • Dores de cabeça e Enxaquecas.
  • Ansiedade.
  • Acne.

Por outro lado, o THC demonstrou ter os seguintes efeitos potencialmente promissores:

  • Dor.
  • Espasticidade muscular e rigidez.
  • Insónia.
  • Diminuição do apetite.
  • Náuseas e Vómitos.
  • Ansiedade.

Aqui, resumimos os vários potenciais efeitos tanto dos estudos de CBD como do THC na literatura medicinal, conforme relatado por estudos preliminares em humanos e animais.

 

Usos Terapêuticos Canabidiol (CBD) Delta-9 Tetra-hidrocanabinol (THC)
Analgésico Sim Sim
Antibacteriano Sim Não
Anti-diabético Sim Não
Anti-emético Sim Sim
Anti-epiléptico Sim Não
Anti-inflamatório Sim Sim
Anti-insónia Sim Não
Antiisquémico (trata a aterosclerose) Sim Não
Anti-Acne Sim Não
Anti-psoríase Sim Não
Antipsicótico Sim Não
Anxiolítico Sim Não
Trata a Anorexia nervosa/ Estimula o Apetite Sim Sim
Imunossupressor Sim Não
Neuroprotetor Sim Não